Comprei um computador de 1 mil reais

Não se assuste com abertura do texto, mas esta é uma coluna de política mesmo. Vamos lá:

Processador Intel-Celeron D315; memória RAM 256MB; Drive/gravador CDR (ou seja, gravador de CD);Disco rígido de 40 GigaBytes?; placa de Fax/Modem PCI 56kbps; Rede Ethernet 10/100 integrada; placa gráfica integrada até 64MB; floppy disk 3.5" 1.44MB; Windows XP Starter Edition Pré-instalado; teclado ABNT2; Mouse 3 botões com scroll; caixas acústicas amplificadas; monitor de 15 polegadas.

Você pode não entender grandes coisas de informática, então eu lhe digo: essa é uma configuração bastante aceitável. O homem do supermercado também nada entendia do que estava falando. Voz bonita, engasgava no inglês: drive, bytes, floppy disk, windows, starter, edition, mouse, scroll... e terminava assim: "Isso mesmo, somente mil reais. Em dez vezes sem juros. Dez de cem reais!"

Minha mulher ficou irritada porque não resisti e acabei comprando. O meu último computador custou R$ 4,5 mil, uns quatro anos atrás, e está praticamente obsoleto. Esse aí é melhor do que ele! Lembrei do amigo Chico Câmpera, que entende mais do que eu dessas máquinas infernais, e disse: "Elas estão mudando o tempo todo. É melhor comprar algo barato e mudar logo, do que adquirir algo caro e ser obrigado a ficar com aquilo um tempão".

Pronto! Não preciso de mais do que 40 gigabytes, um gravador de CD e internet. Comprei, embora saiba que vou sofrer para explicar aos meus amados filhos, garotos bem-nascidos e bem-criados do Lago Sul... "Papai comprou um on-board!"

Agora, caro internauta, imagine aquele sujeito que ganha algo próximo dos quatro salários mínimos por mês, cuja filha está no colégio e que nunca pensou em ter um computador. Ele devia estar no mesmo supermercado que eu. Ouviu aquela mesma voz confusa em inglês, e fez as contas. Pensou numa contribuiçãozinha mensal da sogra para a neta, foi lá e... comprou o seu primeiro computador!

Já imaginou a emoção? Então, companheiro, pense que há milhões de pessoas assim. Ou que compraram seu primeiro computador, ou que estão tendo o primeiro filho completando o colegial, ou o primeiro filho de 17 anos empregado, ou recebendo o Bolsa Família. Tem intelectual que argumenta: "É tudo fruto de um momento especial da economia internacional, com reflexos no Brasil, em que os juros por aqui podem baixar à vontade porque a inflação estará sob controle e os mercados internacionais, calmos". Você pode se perguntar se isso tudo é fruto da brilhante política econômica do Antonio Palocci, à qual Guido Mantega era contrário.

Mas uma coisa é certa: o presidente da República chama-se Luiz Inácio Lula da Silva. Ele pode ter feito isso sem querer, ou de caso pensado. Tanto faz... Inevitavelmente, os eleitores põem a responsabilidade sobre os seus ombros. Se a economia fosse mal, a culpa era do presidente. Vai bem? Ele é o responsável! E se no país existe o mecanismo da reeleição, Lula está reeleito. Culpa de quem? "Da economia, idiota!", como disse certa vez o marqueteiro de Bill Clinton.

É a economia que está fazendo o tucano Geraldo Alckmin comer grama, sofrer tanto nas pesquisas. Tem uma dosagem de Primeiro Comando da Capital (PCC) aí. Mas o problema mesmo é a economia: como convencer um sujeito que está melhor empregado, comendo mais e até comprando computadores a votar em outro cara que não o presidente atual?

* Tales Faria foi, em Brasília, diretor da revista Istoé e repórter especial de política de O Globo e da Folha de S. Paulo. No Rio de Janeiro, além de repórter de polícia do Globo, atuou de rádio-escuta a diretor da sucursal da Folha.

NoticiaForm edit

Classificacao Noticia
Autor Tales Faria
Titulo Comprei um computador de R%24 1 mil%21
Data 29%2F08%2F2006
Fonte http://www.maurorubem.com.br/mostra_noticias.php?not=669&cod=noticias
Topic revision: r1 - 29 Aug 2006 - 22:05:07 - JoaoBertolino
Get Firefox!

eXTReMe Tracker



Create personal sidebar

Mycose.org

 
This site is powered by FoswikiCopyright © by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Wiki-SL? Send feedback